Para haver luz, há de haver trevas

Lá por meados de Abril eu e minha amiga e colega de trabalho, Ariane Mastropietro, tivemos a missão de fazer uma matéria sobre cinemas de rua. O principal entrevistado foi nada mais, nada menos, que Jean Thomas Bernardini, dono do Reserva Cultural. Na ocasião estava acontecendo um festival de documentários, o “É Tudo Verdade” e […]