Sobre café e mágoas

Cada vez que eu escuto essa música a letra me faz mais sentido.

Anúncios

Sobre Tiago Iorc e coisas boas

1375784_555930987793493_246293510_n

            Em meados de 2013 eu caí de paraquedas em um show do Tiago Iorc, agora não vou me lembrar com exatidão a data já que não tenho mais o ingresso. Foi próximo do final do ano, acho que em setembro, na turnê do Zeski, seu álbum mais recente e também um dos meus preferidos. Não sei se prefiro ele ou o Umbilical, mas enfim, até esse dia eu não conhecia tão bem a música do Tiago por isso digo que caí de paraquedas, já que fui à convite de um grande amigo, o Rodrigo. Ao chegar no local do show me senti meio estranha em meio a um público tão jovem. Parecia uma convenção de blogueiras de revista teen, mas quando o Tiago e sua banda começaram a tocar me senti encantada, tanto com as músicas quanto com seu carisma e interação com a platéia. Acho importante externar em palavras o sentimento bom que a música dele traz. É como se você fosse envolta por uma nuvem de amor e coisas boas e como se aquele fosse o melhor dos mundos. Recentemente, ouvindo toda a discografia dele também percebi que a música traz aquela sensação de ‘borboletas no estômago’ que dizem que só sente quem está apaixonado. Mas música apaixona? A do Tiago sim!

Para quem não conhece

Se você, assim como eu antes do Zeski, nunca tinha ouvido falar do músico vale saber que o nome dele é Tiago Iorczeski. Ele é de Brasília, mas cresceu no Sul e também morou na Inglaterra. Como até o início do mês ele estava em turnê, não sei se atualmente está morando por aqui ou fora. A maioria de suas músicas são em inglês, mas também faz covers e compõe em português. Seu primeiro hit estourou em 2007 na novela ‘Malhação’ (de novo a sensação de blogueira teen). Em seguida ele lançou seu primeiro álbum ‘Let Yourself In’ e mais tarde, em 2011 o ‘Umbilical’, já com um trabalho mais maduro, bonito e elaborado – vale ouvir com o coração. Em 2013 veio o Zeski, com três composições em português, além de valiosas participações especiais. Hoje seu público, já consolidado, vai muito além dos adolescentes de início. Em seu show é possível ver pessoas de várias idades e todos os cantos do Brasil.

Intimismo

10405648_661062750613649_6281332382104958399_n

            Além de ser muito dedicado à sua música, Tiago sempre dá uma atenção especial para aqueles que apreciam seu trabalho. Ainda naquele dia do show de setembro de 2013, após a apresentação eu, e acho que quase todos que estavam ali, enfrentamos uma fila quilométrica para ter os discos autografados e sermos abraçados pelo músico. Isso mesmo. Ele gentilmente ficou por cerca de duas ou três horas assinando os álbuns, tirando fotos e distribuindo abraços para cada pessoa que estava ali. Desde então Rodrigo e eu vamos em quase todas as apresentações que ele faz em São Paulo.

Voz + violão

            Em 2014 a turnê da vez foi a ‘Voz+Violão’ com um clima mais intimista, mas tão surpreendente quanto a Zeski e envolvendo todos naquela nuvem de amor musical que eu expliquei lá em cima. Nesse ano tive o prazer de assistir três shows do Tiago sendo que o último, a festa de despedida, foi uma coisa à parte de tudo que já tinha visto antes. Em relação a turnê normal, um dos momentos mais marcantes foi, sem dúvidas, quando ele tocou ‘It’s a fluke’ à capela. Outra coisa que merece atenção é o fato de que ele canta ‘Magic’, do Coldplay, muito melhor do que o próprio Chris Martin.

Festa de despedida

CAM00964

            No último dia 20, fora da turnê, aconteceu aquilo que o próprio Tiago chamou de festa de despedida, um show especial com a presença da banda, o simpaticíssimo Leomaristi no baixo e Guto Teixeira na bateria. O músico apareceu mais descontraído do que nunca com o figurino de seu mais novo clipe, ‘Dia Especial’ e uma garrafinha de vinho. A casa não estava muito cheia e no início, ao invés de estar flutuando na nuvem de amor, que geralmente acompanha os shows da banda, eu estava na nuvem de mau humor já que ele demorou mais de meia hora para começar a apresentação, mas depois de duas músicas eu já estava amando tudo de novo. Logo de cara um dos equipamentos não estava funcionando, o que até foi bom pois ele aproveitou para conversar com o público enquanto seu roadie resolvia o problema.

A apresentação aconteceu meio que na base do improviso, deixando o clima bem divertido. Eles tocaram as músicas de acordo com o que o público ia pedindo, além de convidar os fãs para cantar junto no palco. O cômico é que o rapaz que aceitou cantar não sabia nenhuma música do Tiago e resolveu então cantar ‘Imagine’, do John Lennon. No começo a platéia não sabia se ria ou se cantava junto, mas como todo mundo é muito legal resolvemos acompanhar o moço, que depois ainda esqueceu os óculos no piano de calda. Mais próximo do fim, Tiago perguntou como foi 2014 para a platéia, quando lá no fundo uma voz respondeu que foi horrível. Não deu outra. Ele chamou a menina do ano horrível no palco para perguntar o por quê. Fora esses acontecimentos, o show foi se estendendo naturalmente e durou mais de duas horas, o que compensou todo o atraso do começo, quando por ordens da casa teve que ser encerrado. Se não fosse isso talvez ainda estivéssemos lá. Por enquanto o músico se encontra em um patamar mais alternativo no mundo da música, mas espero que quando ele atingir uma fama maior, ainda continue proporcionando momentos de ‘nuvem de amor musical’ como em todos os seus shows até agora. Quanto ao Rodrigo, aquele meu amigo que me apresentou à música do Tiago, agora ele está me chamando pra ir no show do Silva. Será que vou gostar?!

Jaqueta Bomber, você conhece?

TheBomberJacket-1

A jaqueta bomber, ou jaqueta aviador, surgiu da derivação das flyings jackets que eram usadas pelos pilotos de aviões de caça na 1ª Guerra Mundial, quando as cabines desses aviões não eram fechadas. O formato da jaqueta permitia que os pilotos se protegessem do frio, mas sem perder seus movimentos. “Falando de maneira bem simples e sucinta, a jaqueta bomber é aquela que tem abertura frontal, geralmente fechada com elásticos na cintura e nos punhos”, explica a designer de moda e consultora de estilo Marcelly Silveira.
Trazendo para os dias de hoje, a peça ganhou um estilo versátil e mais uma vez é uma peça chave do Inverno. “Na verdade, não podemos dizer que é uma tendência muito recente. Claro que agora ela veio reinventada, mas foi em 1986, quando Tom Cruise usou uma bomber no filme “Top gun”, que ela entrou para o cotidiano das pessoas. Em 2011, a peça veio novamente com força total quando Ryan Gosling a usou no filme “Drive”. Recentemente, ela tem ganhado grande espaço no guarda-roupa feminino, já que é possível montar inúmeras combinações com a peça, que está muito mais atual e bem mais divertida”, conta Marcelly.

photofest

Como usar

Com um ar despojado e versátil, é possível combinar a jaqueta bomber em diversos looks, desde clássicos, esportivos até os mais elegantes. “A peça pode ser usada em um look esportivo como de costume, mas também em uma produção super clássica, com uma saia lápis e um scarpin, por exemplo, deixando o visual moderno e elegante. O importante é não ter medo de ousar e procurar propostas diferentes, estampadas, bordadas e até apostar em um modelo masculino”, explica a designer.

how-to-wear-the-bomber-jacket-trend-spring-2014-

Estampas

A grande novidade da peça são as estampas florais, que estão em alta na estação. Também é possível encontrar uma linda jaqueta bomber de animal print, customizadas ou o modelo clássico, que é mais sóbrio. É só escolher a sua e arrasar no melhor estilo ‘ases indomáveis’!

bomber-jacket-outfit

*Texto originalmente feita para a revista Necessaire, onde sou repórter.

Feliz com Lola

Em mais um sábado entediante pensando sobre o quê fazer da vida, acabei em uma dessas “andanças” pela internet afora e encontrei uma página que me chamou a atenção. É de um ateliê que preza pelo valor do analógico, não só no sentido de fotografia, mas aquele analógico de fazer com as próprias mãos, o artesanal, que foge de máquinas e tudo aquilo que é automatizado.

O …com Lola é um atêlie de slow design, que produz muitas coisas fofas com afeto e mãos na massa, por meio de estamparia de carimbo. O objetivo principal do ateliê é social, pois para cada compra feita na loja online www.lojacomlola.com.br, uma boneca Lola ou um gatinho Dôdu são doados para crianças vinculadas a instituições sociais e o lucro das vendas é reinvestido para o aumento dessas doações.

No site www.comlola.com.br você pode conhecer mais sobre o ateliê, a página, o blog, os produtos, a filosofia de vida e sentir que ainda existe quem pare para respirar nesse mundo corrido, onde parece que as pessoas não conseguem nem notar se o céu está azul ou cinza.

Sinta as horas

As frases da seção ‘Filosofia de Vida’ deixaram meu sábado um pouquinho mais alegre, tanto que estou fazendo uma postagem depois de tanto tempo com o blog parado. Que as imagens e frases possam inspirar você que está lendo isso também.

1_o memorias_o cor_o carta_o cafe_o 2_o

 

Elton John, o amor e o castigo do cupido

Love+Songs++PNG

Em meados dos anos 90 meu pai costumava receber um catálogo de vendas de CD’s. Cada filho tinha direito a escolher um álbum. Uma vez, não sei porque, alguém escolheu o “Elton John Love Songs”. Nesse mesmo período minha mãe era proprietária de uma pequena loja de roupas em uma galeria, onde era amiga de outros lojistas. Um belo dia, uma das lojistas foi contar o drama do marido que havia acabado de deixá-la com dois filhos – foi traída. Ao mesmo tempo o contador dessa lojista passou por uma situação semelhante de separação. Isso foi o suficiente para a mente “cupido/maligna” da minha mãe entrar em ação.

Todos os dias na hora do almoço, minha querida madre vinha almoçar em casa, pegava o bendito do CD “Elton John Love Songs“, botava pra tocar uma de suas lindas canções e ligava para a tal lojista recém-separada (era a época de sucesso das telemensagens). Só a música e mais nada. Quando retornava ao trabalho, a amiga vinha em euforia contar que estava recebendo ligações misteriosas, sem que ninguém dissesse uma única palavra, apenas com uma linda música de fundo. O mistério continuou por dias até que minha mãe então disse para a amiga: “Ei, já prestou atenção em como seu contador anda te olhando? Será que não é ele quem anda passando essas ligações?”…

Resultado:

A lojista que vivia em um bairro bem pobre da região metropolitana de São Paulo e nunca teve muitas oportunidades na vida, casou-se com o contador e passou a ter uma vida de princesa. Ela e seus filhos foram viver com ele, que por sua vez a levou para conhecer a Europa, o Vaticano e muitos outros lugares bacanas. Tiveram uma vida de amor até que ele veio a falecer.

Até hoje e eternamente, eles não sabem quem passava às ligações misteriosas e acredito que a lojista ficou sem saber de quem eram as canções. Por castigo do Cupido, ou de Afrodite ou do destino, o tal CD do Elton John desapareceu misteriosamente. Nunca mais o encontramos! Talvez para que minha mãe nunca mais bancasse a casamenteira. Mas pelo menos toda essa traquinagem romântica, resultou em uma linda história de vida e amor.

Fiquem com um som de Elton John para romantizar esse final de ano…

 

Acontece em São Paulo a primeira semana dedicada ao café

Evento pretende promover cafés nacionais de qualidade

SP COFFEE WEEK

SP COFFEE WEEK

Para quem é apaixonado por cafés e mora em São Paulo ou em seus arredores, prepare-se para viver o paraíso, pois de 19 a 31 de agosto ocorre a SP COFFEE WEEK, onde 26 estabelecimentos irão servir alguns dos melhores cafés do País a um preço muito acessível, além de promoverem diversas promoções. O intuito da primeira edição do evento é estimular o consumo e o respeito pelo café nacional, gerando melhorias para todos os níveis envolvidos, desde o produtor até o consumidor final.

Os estabelecimentos e as torrefações que farão parte do evento não pagam para participar. As torrefações Coffee Lab, Santo Grão e Martins Café estarão dando presentes especiais durante a SP COFFEE WEEK, então fique de olho na página oficial do evento, onde também é possível encontrar a lista de todos os estabelecimentos participantes – www.facebook.com/spcoffeeweek.

O sonho de consumo da Caffè Latte

O sonho de consumo da Caffè Latte

Confira abaixo alguns deles:

Ballaró Café
Promoção Ballaró Café SP COFFEE WEEK: todos os cafés Mochas médios (feitos com espresso, leite quente super cremoso e chocolate) por R$ 5,00 cada! Endereço: Alameda Santos, 820 – Cerqueira César. Horário de funcionamento: segunda a sexta das 7h30 às 20h

Bendito Quindim Tatuapé
Promoção Bendito Quindim (Tatuapé) SP COFFEE WEEK: espresso Coffee Lab com delicioso quindim de café, por R$ 4,99. O melhor quindim da cidade com um dos melhores cafés! Endereço: Rua Demétrio Ribeiro, 605 – Tatuapé. Horário de funcionamento: terça a sábado das 13h às 19h e aos domingos das 13h às 18h30

Caffè Latte

Promoção Caffè Latte SP COFFEE WEEK: latte machiatto, cappuccino à vienense e cappuccino especial com 50% de desconto!

Endereço: Rua do Comércio, 58 – Sé
Horário de funcionamento: segunda a sexta das 8h às 20h
Endereço: Rua Pedroso Alvarenga, 1.177 A – Itaim Bibi
Horário de funcionamento: segunda a sexta das 8h às 20h
Endereço: Rua Werner Siemens, 111, loja 5 – Lapa de Baixo
Horário de funcionamento: segunda a sexta das 8h às 20h

Coffee Lab

Promoção: Cartão Infidelidade (clique na foto do cartão no nosso álbum de fotos e imprima) – quem tomar cafés em três diferentes estabelecimentos participantes do SP Coffee Week, e comprovar com o Cartão Infidelidade e cupom fiscal de cada café, terá direito à degustação de microlotes de cafés brasileiros raros, o conhecido Ritual 13, criado por Isabela Raposeiras para o seu Coffee Lab. O cartão estará disponível para impressão no site e Facebook do evento e da cafeteria. O participante deverá ter o visto do barista e nome do estabelecimento no seu cartão e poderá fazer o ritual apenas durante o evento. Endereço: Rua Fradique Coutinho, 1340, Vila Madalena. Horário: segunda a sábado – 10h às 20h,domingo – fechamos, feriados

CAPO & TINO, cultura e gastronomia

Promoção Capo&Tino SP COFFEE WEEK: desconto de 10% em todos os cafés da casa (espresso, latte, cappuccino italiano) e deliciosos drinques de café (Mocha, Caramelo, Cappuccino Gelado)! Endereço: Rua Harmonia, 506 – Vila Madalena. Horário de funcionamento: segunda a quinta das 10h às 22h, e sexta e sábado das 9h às 24h

Poesia do Grão

Promoção Poesia do Grão SP COFFEE WEEK: cappuccino cremoso com nutella ou doce de leite, e cupcake do dia, com receita secreta Poesia do Grão, por R$ 9,50! Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 1.827 – Jardim Europa. Horário de funcionamento: segunda à sexta das 8:30h às 18h. Fecha aos sábados, domingos e feriados

Sofá Café

Promoção Sofá Café (Pinheiros e Al. FRanca) SP COFFEE WEEK: café coado (em qualquer método: hario, french ou aero), feito com blend desenvolvido e torrado pelo próprio Sofá Café, com bolo caseiro, por R$ 8,00! Endereço: Rua Bianchi Bertoldi, 130 – Pinheiros. Horário de funcionamento: segunda a sexta das 9h às 18h30 e aos sábados das 10h às 14h. Endereço: Alameda Franca, 1.104 – Jardins.  Horário de funcionamento: segunda a sexta das 11h às 19h e aos sábados das 11h às 16h

Descobrindo Of Monsters And Men

Antes tarde do que nunca

Nanna Bryndís Hilmarsdóttir (voz e guitarra), Ragnar "Raggi" Þórhallsson (voz e guitarra), Brynjar Leifsson (guitarra), Arnar Rósenkranz Hilmarsson (bateria), Árni Guðjónsson (piano e teclados), Kristján Páll Kristjánsson (baixo) e Ragnhildur Gunnarsdóttir (trompete) - cinco sonhadores que viraram rock stars

Sonhadores que viraram rock stars

Recentemente descobri o som viciante da banda islandesaOf Monsters and Men, uma mistura de indie e folk. O grupo composto por Nanna Bryndís Hilmarsdóttir (voz e guitarra), Ragnar “Raggi” Þórhallsson (voz e guitarra), Brynjar Leifsson (guitarra), Arnar Rósenkranz Hilmarsson (bateria), Árni Guðjónsson (piano e teclados), Kristján Páll Kristjánsson (baixo) e Ragnhildur Gunnarsdóttir (trompete), tomou forma e fama após um sonho tornar-se realidade: com seu single Little Talks eles venceram uma competição anual de bandas que ocorre em ReykjavíkIslândia a “Músíktilraunir“.

Durante o verão de 2011, Little Talks chegou ao posto de hit nº01 na Terra do Gelo (Islândia) e chamou a atenção do mundo. Em setembro do mesmo ano a banda lançou localmente seu primeiro álbum – My Head Is an Animal, que teve estreia mundial em abril de 2012. Suas canções são inspiradas em histórias aleatórias, amores, aventuras e solidão, músicas para curtir e cantar junto.

Pessoas de sorte puderam ver a banda que esteve no Brasil em março desse ano, para o primeiro dia do festival Lollapalooza. Quem me dera já conhecê-los nessa época, mas como disse, antes tarde do que nunca!

Aí vai um pouco desse som doce e harmonioso:

Um bom café, macarons e nostalgia

Ainda bem que descobriram o segredo desse doce

Macaron da nostalgia.

Macaron de chocolate

Um dia estava passeando pelas bandas dos Jardins quando me deparei com a Le Vin Boulangerie, uma simpática padaria pertencente ao Grupo Le Vin, localizada na Al. Tietê, em São Paulo. Na ocasião eu estava pensando em tomar um café, quando me deparei com uma infinidade de macarons, um doce francês que na verdade parece um biscoito recheado, mas ao mesmo tempo é considerado um bolinho crocante. Fiquei encantada ao provar um macaron sabor chocolate e o café acabou ficando para trás.

Passando novamente pela região e dessa vez determinada a tomar um café da tarde, fui até a Le Vin Patisserie, a confeitaria que também fica na Al. Tietê, ao lado do bistro de mesmo nome, ambos pertencente ao mesmo Grupo, onde novamente pude me deleitar no sabor nostálgico do macaron de chocolate, nostálgico porque lembra uma tarde qualquer onde sua mãe, ou vó, ou tia, está assando um bolo de chocolate e te dá a oportunidade de raspar a massa crua que restou na tigela. É esse o sabor do macaron – tem gosto de massa de bolo crua em uma tarde ensolarada. O café servido é da Nespresso, linha de café gourmet da Nestlé, nada de muito impressionante pois é oferecido em diversos estabelecimentos, mas pelo macaron, combinado a um cappuccino, vale a visita.

Curiosidade – Doce da rainha ou das freiras?

O macaron saiu da Itália no século XVI quando a rainha Catarina di Médici mudou-se para a França. O “Doce da Rainha”, como era chamado, foi levado juntamente com a sua corte e a receita era mantida em segredo. Até que as freiras carmelitas da cidade de Nancy, na França, a descobriram e passaram a reproduzí-la ficando conhecidas como “Irmãs Macarons”.

Já no início do século XX, um homem chamado Pierre Desfontaines teve a brilhante ideia de juntar os coquies a um recheio cremoso e saboroso. Mais recentemente, nos anos 80, o chefe Pierre Hermè criou os macarons que apreciamos hoje – uma explosão de cores e sabores, crocante por fora, macio por dentro.